Consultoria em Previdência e Finanças com Renato Follador

41 3013-1483

Artigos & Notícias

Tem uma diferença entre pessoas e povos que se dão bem na vida: planejamento. Quem planeja tem futuro, quem não planeja tem destino. É como na música do Zeca Pagodinho, “deixa a vida me levar, vida leva eu” para a maioria dos[...]

Curitiba inaugurou um largo com uma estátua de Confúcio. Decisão acertada para homenagear a sabedoria, que é fruto da união da inteligência, bondade e moralidade. Filósofos, através da observação e meditação, captam e interpretam a razão[...]

O êxito ou o fracasso de tua vida não depende de quanta força você põe em uma tentativa, mas da persistência no que faz. O incrível poder da perseverança.
Sempre que a palavra poder me vem à mente, lembro-me[...]

Qualquer um pode adquirir num Banco ou Seguradora um plano de previdência privada para somar à aposentadoria do INSS lá na frente. Os mais populares são os PGBLs e os VGBLs e a diferença entre os dois reside na tributação, no imposto. Não se assustem com[...]

O Raul é empresário e quer blindar uma renda para a velhice. Me pergunta se fazendo um PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres) estaria protegido. Vejam, o Código de Processo Civil torna impenhoráveis as aposentadorias e pensões, o dinheiro periódico[...]

Na semana passada, me partiu o coração receber um senhor de 60 anos me pedindo orientação para se aposentar. Como autônomo, havia contribuído sempre sobre um salário mínimo para o INSS, embora tivesse padrão de vida de[...]

Muito antes da invenção da imprensa, do rádio, da televisão ou dos computadores, os idosos eram respeitados, admirados e venerados por sua experiência e sabedoria. Depositários das tradições, da história e do conhecimento. Com as novas tecnologias, os mais experientes[...]

Muita gente me pergunta se deve resgatar a poupança previdenciária, pois está descontente com a rentabilidade do banco. Resposta: até pode, mas não deve.
Explico melhor: para quem quer continuar com previdência privada, a melhor[...]

O Roberto, de Miami, viu minha entrevista no Pânico e me manda um email perguntando: professor, sem economês, falando para um leigo, quanto eu preciso ter de poupança previdenciária na hora de me aposentar para ter uma renda de R$ 5.000,00?[...]

O ano passado foi mais um ano difícil para os brasileiros. A economia pode ter saído da UTI, mas a febre não baixou, basta ver que os sintomas como o desemprego e os preços altos ainda estão aí. 

NOTÍCIAS